Home > Blog > Diabetes: a importância do diagnóstico precoce

Diabetes: a importância do diagnóstico precoce

Aumento incomum do apetite e da sede, fadiga, vontade de urinar constante e alterações na visão não costumam ser bons sinais. Normalmente, esses fatores são relacionados ao diabetes, uma doença sem cura que atinge cerca de 16 milhões de brasileiros, segundo relatório da Organização Mundial de Saúde. “Nosso objetivo é conscientizar a população sobre a importância do diagnóstico e do acompanhamento constante com um médico”, diz Rafael Beolchi, diretor da clínica. 

O médico clínico geral Daniel Fernandes, diretor clínico na Pronto Saúde, explica que o diabetes é relacionado ao aumento da taxa de glicose no sangue. “A insulina é o hormônio responsável por fazer as células utilizarem a glicose. Quando a quantidade produzida é muito baixa ou quando a insulina não consegue agir normalmente, os níveis de glicose aumentam, o que causa o diabetes”, explica o médico. 

Segundo o médico, os sintomas do diabetes costumam ser sutis, por isso, muitas vezes, passam despercebidos. “É importante a realização de exames periódicos para acompanhar as taxas de glicose no sangue, principalmente para quem tem casos de diabetes na família. Acima de 110mg é considerado um caso de pré-diabetes e acima de 126mg, diabetes. A confirmação só vem com hemogramas”, diz Fernandes.

Na clínica Pronto Saúde, os testes são realizados com o glicosímetro. “Com apenas uma gota de sangue, o aparelho consegue medir a quantidade de glicose. Caso esteja em níveis acima do normal, será recomendada uma consulta médica para solicitação de mais exames”, explica Beolchi.

Descobrir a doença no seu início é fundamental, segundo Fernandes. “Se o diabético manter um nível bom de glicose e ter acompanhamento médico, ele pode evitar consequências graves, como infarto, derrame cerebral ou cegueira”, finaliza o médico.