Home > Blog > Cuidar da pele também é coisa de homem

Cuidar da pele também é coisa de homem

Cremes esfoliantes, sabonetes especiais e hidratantes conquistaram definitivamente o universo masculino. Segundo estudo realizado pela DAS Bureau de Pesquisa, 58,5% dos homens gostariam de fazer um tratamento estético contra apenas 57% das mulheres. Entre as motivações que levam o público masculino a procurar um dermatologista estão: ficar mais bonito (51%), rejuvenescer (29%), envelhecer bem (15%) e mudar o visual (5%).
 
A médica dermatologista Ana Luiza de Mathias, da clínica Pronto Saúde, explica que as rugas e a calvície são as queixas masculinas mais frequentes. Nesses casos, a dermatologista recomenda que os cuidados devem ser iniciados ainda na juventude, com o uso de rejuvenescedores adequados e tratamentos para prolongar a vida útil dos fios de cabelo. “A toxina botulínica também é indicada para diminuir as rugas em homens mais velhos, pois suaviza a expressão facial”, destaca.

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) destacam que, anualmente, são movimentados cerca de R$ 15 bilhões no setor de cosméticos, dos quais 37% são de produtos exclusivos para os homens. Ana Luiza explica que os homens possuem a pele do rosto mais oleosa do que as mulheres por causa dos hormônios masculinos e isso faz com que exista no mercado sabonetes específicos e produtos que controlam a oleosidade masculina. “Mais glândulas produzindo óleo resultam em uma pele com poros dilatados, o que provoca maior ocorrência de cravos e acnes nos homens”, explica.
 
Segundo Ana Luísa, nunca é tarde para que os homens comecem a cuidar da pele. “Em qualquer idade é possível iniciar um tratamento dermatológico. Acnes podem ser tratadas com cremes ou medicamentos. Para quem já apresenta cicatrizes, por exemplo, há cirurgias específicas para suavizá-las. Tudo depende da consulta com o médico”, diz a dermatologista.